Como Saber o Momento Certo de Investir em um ERP?

Por Sérgio Catanho, CEO da Connect Systems

Os ERPs estão por aí, e qualquer empresa que queira gerenciar melhor os seus processos, deve adotar essa ferramenta.

Mas antes de adotá-la, é preciso ter em mente algumas ressalvas que são muito importantes para não correr o risco de apostar em uma plataforma nada funcional.

Desta maneira, criamos este material que apresenta a você 4 momentos propícios para investir em um ERP. Quer saber? Então continue lendo este post.

1 – Problemas Relacionados a Estoque

Se em algum momento a sua empresa está tendo problemas relacionados ao estoque de produtos, é a hora de pensar em implementar um sistema ERP no seu negócio. Mas, por quê?

Imagine que no seu inventário existe uma quantidade exata de produtos identificados no sistema (exemplo: 570 batedeiras) e uma outra quantidade de armazenamento nas prateleiras (exemplo: 380 batedeiras).

Consegue identificar os problemas que essa situação traz para o capital da sua empresa?

Algo que parece tolo a pequeno prazo, pode ser ruim no futuro, isso porque a empresa terá dificuldades ao tentar vender produtos que não estejam mais no seu estoque.

Ao implementar um sistema ERP, você obtém total controle sobre o fluxo de produtos que entram e saem da sua empresa, 24 horas por dia, e no mesmo momento que são registrados no sistema.

Sendo assim, é muito mais fácil tomar medidas e decisões quando um produto desaparece do quantitativo de estoque, bem como penalizar as partes responsáveis pelo setor.

2 – Problemas Relacionados à Obrigações Tributárias

Se você não souber gerenciar as finanças da sua empresa – que neste caso, estão atreladas aos impostos e tarifas do Governo – muito provavelmente terá problemas com multas e sanções.

Por este motivo, a relação das obrigações tributárias não deve mais ser realizadas por meio de planilhas e documentos desatualizados, pois você correrá sérios riscos de falhas humanas e até mesmo agentes externos (como chuva ou poeiras).

Para estar de acordo com as legislações impostas pelo governo brasileiro, tais como a emissão de NFe (nota-fiscal eletrônica), relatórios fiscais e de contabilidade, e entregas de dados por intermédio do Bloco K ou Sped Fiscal, a única resposta, é um software ERP.

Por meio do sistema integrado de gestão empresarial (ERP), você tem a relação de todos os seus custos e despesas da empresa, assim, não corre risco de sofrer penalizações, e ainda trabalha com um serviço que muda de acordo com as legislações impostas no mercado.

3 – Problemas Relacionados à Satisfação do Cliente

Ter problemas com devolução, entrega de produtos, e até mesmo referentes ao atendimento, são problemas comuns relacionados à satisfação do cliente – mas que de maneira alguma devem se tornar normais.

Para que você melhore a experiência do cliente em todos os parâmetros da sua empresa, é fundamental a implementação de um sistema ERP, pois ele possibilita que você automatize os processos, de forma a melhorar o atendimento ao seu cliente.

De outro modo, o ERP permite que você obtenha um demonstrativo de toda as atividades do seu cliente dentro do funil de vendas, assim, você pode focar em experiências mais enriquecedoras e que sejam de qualidade para ele.

4 – Problemas Relacionados à Falta de Informação

A maioria dos gestores iniciantes não sabe, mas lidar com um grande fluxo de informações por meio de documentos e planilhas desatualizadas, nunca é a melhor opção.

O que queremos dizer com isso? Pense em como os colaboradores devem trabalhar entre si, de forma a desenvolver ainda mais o seu potencial de equipe.

Além disso, dados dispersos aumentam problemas relacionados a qualquer área da empresa – como por exemplo, ao tentar tomar decisões básicas na aquisição de produtos.

Ao adotar um software ERP, seus colaboradores poderão se dispor de informações a qualquer momento, sem a necessidade de reavaliar os dados diversas vezes para concluir qual o momento certo para tomada de decisão.

Isso se dá, porque todas as informações estarão dispostas em um único local.

Todavia, você ainda pode contar com recursos de IA que dão ainda maior dinamismo para que você possa analisar processos que requerem a adoção de ajustes na corporação.

Conclusão

Implementar um ERP no seu negócio requer tempo e avaliação, pois o melhor sistema é aquele que atenda às necessidades da sua empresa, de forma a reduzir (se não, extinguir), todos os gargalos decorrentes de uma má gestão.

Se você ainda tem dúvidas sobre o sistema ERP, recomendamos a leitura de nosso outro artigo que abordamos de forma mais ampla sobre as funcionalidades e vantagens da sua aplicação.

Mas, e aí, já sabe quando adotar um sistema integrado de gestão empresarial na sua empresa?

Esperamos que este material tenha te ajudado a decidir! Ah, e se tiver dúvidas, não hesite em nos enviar uma mensagem para que possamos te ajudar.

Até a próxima!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 4 =

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais populares

Categorias

Posts relacionados

Contato

Iremos entrar em contato com você.